Segunda-feira, 24 de Março de 2008
Casa de Sto. António

 A Casa de Stº António e a Quinta de Stª Cruz situam-se em Britiande , vila do concelho de Lamego, entre Lamego e Tarouca, remonta a tempos anteriores a D. Egas Moniz.

Uma paisagem essencialmente agrícola, aonde predominam as arvores de fruto, como a macieira , pereira e cerejeira, para além da vinha.

Esta casa de fachada quinhentista, foi em tempos lugar de repouso dos Monges Franciscanos do Convento de Ferreirim .


Fez parte dos oito Morgadios existentes em Britiande .


Na família desde final do séc. XIX, foi restaurada nos finais do séc. XX, estando hoje em Turismo de Habitação. 

                  

                                                                                                

 

 

 

A família Pinto Ribeiro tem ao dispor 5 quartos, Piscina, sala privativa para os hospedes, Capela, Bicicletas e Jardins.

 

A proximidade do Vale do Douro oferece a tranquilidade das majestosas paisagens da região de Lamego, melhoradas pelo repouso sereno destas paragens e a descoberta de verdadeiros tesouros do património nacional dos séculos VII ao XVIII. 

                  

            

 

 

 

 

 

   

O grupo URBANPLAN  julga importante a existência de mais empreendimentos deste género (Turismo Rural) porque a nossa região para além de ser naturalmente bonita e sossegada ainda tem a vantagem de ter uma escola de hotelaria, que fornece excelentes profissionais aos proprietários das quintas, para receberem bem com a simpatia natural das gentes do douro e com o saber fazer da arte hoteleira.

 

É de incentivar outros proprietários de quintas ou casas senhoriais a seguirem este exemplo, porque para alem de Lamego ter boas condições para a implementação destes empreendimentos, verificamos cada vez mais que os nossos turistas são séniores  de classe média alta onde a qualidade vem primeiro.

 

Visite o sitio: http://www.casastoantoniobritiande.com/


tags:

Publicado por UrbanPlan às 09:42
Link da Notícia | Comentar | Adicionar a favoritos
|

Sábado, 22 de Março de 2008
Escola de Hotelaria e Turismo de Lamego
O Núcleo Escolar de Lamego (NEL) foi criado em 2000 ao abrigo de um protocolo de colaboração entre a Câmara Municipal de Lamego, a região de Turismo do Douro Sul e a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região Norte.
Em 2006/2007, mudou-se para as novas instalações na Quinta de S. Carlos, passando a denominar-se Escola de Hotelaria e Turismo de Lamego (EHTL).
 
A EHTL é composta por 3 edifícios, o primeiro onde funciona a escola, o segundo onde funciona o internato e ainda um outro denominado Casa do Embaixador, onde funcionará um Hotel de Aplicação e Restaurante.
É um dos maiores investimentos concretizados no concelho de Lamego e o maior na área da formação.
Actualmente a escola tem a seu cargo cerca de 140 alunos, repartidos por 3 cursos( Hotelaria e Turismo, Restaurante/Bar e Cozinha).
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
           

Preparar jovens para o exercício das profissões de Empregado de Mesa e de Bar, com competência para efectuar o serviço em estabelecimentos de restauração e bebidas, integrados ou não em unidades hoteleiras.

Duração:

3 anos

Requisitos:

- 9º Ano Escolaridade

- Prova de Aferição

- Entrevista

Certificação:

-  Diploma com equivalência ao 12º Ano

- Certificado de Formação Profissional (nivel III)

- Certificação Profissional para o acesso à profissão de Empregado de Mesa e Barman.

 

Preparar jovens para o exercício das profissões de Cozinheiro, com competência para preparar, confeccionar e apresentar refeições completas em estabelecimentos de restauração e bebidas, integrados ou não em unidades hoteleiras.  

Duração:

3 anos

Requisitos:

- 9º Ano Escolariedade

- Prova de Aferição

- Entrevista

Certificação:

- Diploma com equivalência ao 12º Ano

- Certificado de Formação Profissional (nivel III)

- Certificação Profissional para o acesso à profissão Cozinheiro.

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

Preparar jovens para o exercício das profissões de Recepcionista de Hotel e de Governante de Andares, com competencia para efectuar o serviço de alojamento em estabelecimentos hoteleiros.

Preparar ainda jovens para o exercicio das profissões de Agente de Viagens e Animador Turistico, com competência para trabalhar no sector de Turismo

Duração:

3 anos

Requisitos:

- 9º Ano de Escolariedade

- Prova de Aferição

- Entrevista

Certificação:

-  Diploma com equivalência ao 12º Ano

- Certificado de Formação Profissional (nivel III)

- Certificação Profissional para o acesso à profissão de Agente de Viagens, Recepcionista ou animador Turistico. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Visite o blog: http://ehtlamego.blogs.sapo.pt


Publicado por UrbanPlan às 11:39
Link da Notícia | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar a favoritos
|

Sexta-feira, 21 de Março de 2008
Região de Turismo Douro-Sul

O Vale do Douro, compreendido entre Barqueiros e a fronteira, é fruto dos prodígios da natureza, mas também do esforço e da energia despendida pelo homem na sua transformação. A vinha que gera as castas do célebre Vinho do Porto é a causa e a razão maior de todo este árduo trabalho.

 Séculos de labuta, fadiga e suor humano, desventraram a terra, removeram o xisto maciço, moldaram os muros e patamares de socalcos para arrimar as videiras, erguendo esta obra colossal, que Marquês de Pombal recompensaria, no século XVIII, com o título de primeira Região Demarcada do mundo.

De soberbo clima mediterrânico, o Vale é um enclave quente e seco, propício à cultura da vinha, da oliveira, da amendoeira e de frutos como a cereja, o figo, o pêssego, a laranja, a maçã... A paisagem a perder de vista é tão heterogénea, que ora só se avistam vinhedos e socalcos, como no coração do Douro, até ao Tua, ora vegetação espontânea e agreste enche todo o horizonte como acontece no Douro Superior.

 Por todo o lado, solares, casas de quinta e testemunhos de povos errantes e de culturas diversas marcam de forma indelével a paisagem. São exemplos disso, o Vale do Côa que encerra em si o maior e mais belo parque de arte rupestre do mundo, a visigótica Capela de S. Pedro de Balsemão, do século VII, em Lamego ou as ruínas de Panóias em Vila Real.

 A herança medieval é também intensa e profunda. Castelos como o de Numão, Marialva, Penedono e o Palácio de Mateus recordam a cada instante, a importância estratégica que o Douro sempre assumiu na história. 

Percorrer o Douro é apreciar os seus conventos e igrejas, conhecer o seu artesanato rústico, saborear a sua genuína gastronomia, inflamar o espírito com o folclore das seculares romarias e retemperar, por fim, energias em milagrosas termas ou em repousantes hóteis, pousadas ou unidades rurais de alojamento.
 

 Visite o sitio: www.douro-turismo.pt


tags:

Publicado por UrbanPlan às 11:51
Link da Notícia | Comentar | Adicionar a favoritos
|

Sábado, 5 de Janeiro de 2008
Quinta da Pacheca
A Quinta da Pacheca, uma das mais conhecidas propriedades do Douro, destaca-se pelo facto de ter sido das primeiras a engarrafar vinhos com sua própria marca. É num documento datado de 17 de Abril de 1738 que pela primeira vez se faz referência à Quinta chamada “da Pacheca” por ser sua proprietária D. Mariana Pacheco Pereira. Mas foi só em 1903 que D. José Freire de Serpa Pimentel decidiu desenvolver o seu crescente interesse pela enologia, comprando a propriedade com o objectivo de se dedicar à produção vitivinícola.               

A Quinta da Pacheca é uma das mais antigas propriedades do Douro e caracteriza-se por ser das poucas cuja área de vinha é praticamente plana, o que proporciona uma experiencia singular numa região caracterizada por intensos declives.

Visitas ás caves e adegas
A quinta está sempre disponível para dar a conhecer os processos de produção e estágios dos seus vinhos.

As visitas guiadas com o enólogo ou com um dos membros da família Serpa Pimentel são diárias, incluindos fins de semana.


Hotel Rural da Pacheca

Em breve a quinta colocará à disposição dos seus visitantes um hotel de caracteristicas rurais, mas de grande contemporaniedade e conforto.

Visite o sitio http://www.wonderfulland.com/pacheca/


Publicado por UrbanPlan às 17:23
Link da Notícia | Comentar | Adicionar a favoritos
|

Quinta-feira, 3 de Janeiro de 2008
Naturimont

     

A Naturimont fundada em 1987, com sede na Cidade de Lamego, em plena Região Demarcada do Douro, é uma empresa especializada no planeamento e organização de eventos desportivos de animação e actividades de aventura.
A sua acção estende-se aos mais diversos meios e locais, com uma abrangência de

 

 todo o território nacional, desenvolvendo trabalhos em espaços urbanos e naturais, com actividades atractivas e plenas de emoção, seguindo uma filosofia baseada na qualidade e segurança.
No Vale do Douro promovem actividades de aventura para grupos e empresas, trabalhando em estreita parceria com as mais prestigiadas unidades hoteleiras da Região, proporcionando, a quem nos visita, momentos únicos e cheios de emoção. É portanto, esta empresa mais um motivo de orgulho para a nossa região. Empresa esta de relevo nacional que é exemplo da representatividade que actividades do género deveriam ter na nossa localidade. Fica a nota, e o desejo por parte do grupo UrbanPlan que actividades do tipo não sejam monopólios isolados. Ficaremos atentos, e de certo ao longo do ano, retomaremos o  assunto, já que qualquer actividade desportiva, em especial ao ar livre, tem para nós uma importancia fulcral nas alteraçoes que serão propostas a fim de melhorar a nossa cidade.

 

Visite o sitio www.naturimont.com 



Publicado por UrbanPlan às 14:00
Link da Notícia | Comentar | Ver comentários (5) | Adicionar a favoritos
|

Informação Adicional
Apoios
Últimas Novidades

Casa de Sto. António

Escola de Hotelaria e Tur...

Região de Turismo Douro-S...

Quinta da Pacheca

Naturimont

tags

todas as tags

Arquivo

Junho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Visitados