Quinta-feira, 29 de Novembro de 2007
Estamos Aqui


tags:

Publicado por UrbanPlan às 07:32
Link da Notícia | Comentar | Adicionar a favoritos
|

Quarta-feira, 28 de Novembro de 2007
Uma Sugestão

Como é sabido pelos lamecenses, na Avenida 5 de Outubro, desde o jardim da camara até á rua de Fafel, não há estacionamento. Sendo todo o seu percurso composto por comércio, a tentação supera a lei e a paragem das carrinhas para cargas e descargas como a compra rápida originam muitas vezes o embaraço no transito e a consequente presença da PSP.

 

 A nossa ideia era tornar o percurso descendente em sentido unico, dando uma das fachas para o estacionamento. O passeio em frente á Residencial S.Paulo é larguissimo (até costuma estar ocupado com carros), o pequeno jardim pertencente á vivenda ao lado da Residencial poderia reverter para o dominio publico (?) assim dando espaço à colocação de uma pequena rotunda que controlaria tambem o transito da rua de Fafel, dessa rotunda  o transito ascendente em sentido unico seria pela rua do Almedina até ao prédio em ruinas destinado á junta de freguesia de Almacave (ao lado da vidraria).

Pelas obras já realizadas constatamos que não será esta a solução a adoptar pela camara, o grupo URBANPLAN lança esta ideia que quem sabe possa vir a ser um dia aproveitada.



Publicado por UrbanPlan às 23:35
Link da Notícia | Comentar | Ver comentários (3) | Adicionar a favoritos
|

Terça-feira, 27 de Novembro de 2007
Actualidade em Manchete I

O nosso grupo neste texto vai abordar um tema de vital importância para o nosso concelho, que é a mola de desenvolvimento de qualquer região “As acessibilidades”. É com grande esforço que o nosso município tem tentado ultrapassar as dificuldades com que se tem deparado e, só com muito trabalho, tem conseguido superar todas as adversidades. Mas num sinal evidente de vontade e de querer está chegada a hora de Lamego ficar mais próximo dos lamecenses e do País. As obras que já concluíram, as que estão em curso e as que ainda vão lançar até ao final do mandato vão tornar as ruas, as estradas, e caminhos de Lamego mais transitáveis, mais agradáveis, mas acima de tudo mais seguros e encurtar as distâncias que nos une. A câmara Municipal de Lamego quer criar uma rede de acessibilidades, no concelho, que permita aos lamecenses deslocarem-se para qualquer local, com maior mobilidade, maior rapidez, maior conforto e maior segurança. Os arruamentos abrangidos pelo plano de, requalificação dos principais eixos urbanos da cidade são a Av.5 de Outubro, Av. Egas Moniz, Av. Defensores do Douro e zona envolvente do Relógio de Sol e Av. Afonso Henriques. No que respeita à malha de circulação externa, também, estão a criar condições para que no nosso Concelho, num futuro muito próximo, os lamecenses entrem e saiam da cidade sem dificuldades. A câmara Municipal dará também especial atenção à rede viária das freguesias requalificando-as e dando-lhes mais segurança e melhores vias de comunicação. O nosso grupo pensa em Lamego como um Concelho que está no bom caminho. Nós (o grupo) também tem um percurso significativo a percorrer, estamos cientes das dificuldades que vão ser, mas temos muita vontade em atingir a nossa meta. A meta do desenvolvimento e de mais e melhor qualidade de vida que todos ansiamos e os Lamecenses merecem…

Adaptado da revista "Lamego em revista"



Publicado por UrbanPlan às 12:17
Link da Notícia | Comentar | Adicionar a favoritos
|

Ponto de situação

A menos de um mês do fim do 1º Periodo, é chegada a altura de refazer um ponto da situação. Ao longo de todo este tempo os UrbanPlan (grupo de trabalho organizado para  a participação no concurso das cidades criativas) deparou-se com vários obstáculos e objectivos ultrapassados e alguns ainda por ultrapassar. Começamos, no blog, a organização gráfica do mesmo de modo a que todos os conteúdos lá inscritos fossem o mais apelativos possiveis. Após a estruturação do espaço web, foram colocados artigos acerca da nossa visão sobre a cidade, falamos das lendas mais significativas e de tudo aquilo que tornava a nossa cidade uma cidade tão particular. Seguiu-se a cuidada elaboraçao de um video de apresentaçao e de um cartaz promocional. Em conclusao, o objectivo de apresentar um pouco do que é a cidade e o que este grupo é foi concluido quase que por completo. Continuaremos, claro está, a postar noticias relevantes da cidade. Mas o nosso objectivo primeiro agora é procurar e analisar as noticias recolhidas, descobrir os pontos criticos para mais tarde podermos fazer propostas para a sua resoluçao e assim melhorar a cidade em que vivemos e que é de todos nós.



Publicado por UrbanPlan às 11:45
Link da Notícia | Comentar | Adicionar a favoritos
|

Domingo, 4 de Novembro de 2007
Os RANGERS de Lamego
CTOE - Centro de Tropas de Operações Especiais , baseado em Lamego, é uma Unidade do Exército Português com a missão de instrução de tropas em guerra não convencional e Contra-Terrorismo. Até 2006 era conhecido como CIOE - Centro de Instrução de Operações Especiais.
 
 
O CTOE contém o BEOE - Batalhão de Elementos de Operações Especiais , popularmente conhecido como Rangers, que executa missões similares às das Forças Especiais dos Estados Unidos ou dos Britânicos SAS. Algumas dessas missões incluem Patrulhas de Reconhecimento de Longa Distância, raids contra alvos principais, localização de centros de comando e controlo de inimigos, destruição das defesas aéreas e radares inimigos, e resgate de prisioneiros. A unidade pode ser infiltrada por pára-quedas, helicóptero, pequenos barcos, ou a pé.

O CTOE, tem as suas raízes no Regimento de Infantaria 9, foi criado em 16 de Abril de 1960, para formar unidades em operações de contra-guerrilha, operações psicológicas, e monatnismo. Essas unidades de infantaria ligeira tinham o nome de Caçadores Especiais e foram as primeiras unidades no Exército Português a usar uma boina castanha e camofelado.  Eram unidades de elite, altamente motivadas, os seus instructores tiveram cursos em operações de contra-insurgência e contra-guerrilha em França, Argélia, Estados Unidos, Reino Unido, e Espanha. Quando a Guerra Colonial começou, em 1961, estavam preparadas 4 Companhias de Caçadores Especiais em Angola.
 
 
A 4ª Companhia de Caçadores Especiais foi uma da mais activas. Pelo final de 1961, os Caçadores Especiais viram algum do seu treino ser incorporado na instrução do exército regular, e boina castanha e camofelagem extendeu-se a todo o exército. O CTOE permanece, agora com a tarefa de dar cursos a oficiais e a oficiais não-comissionados, e formar tropas Comandos.
 
Em 1980, o CTOE formou as suas próprias unidades de operações: BEOBE. Os BEOE tem uma boina verde e os Caçadores Especiais: O crachá da boina inclui um trompete - o simbolo dos Caçadores Especiais; e a unidade é conhecida como Rangers por causa dos instrutores dos Caçadores Especiais completaram o curso de Ranger e adaptaram as características do seu treino ao Curso de Operações Especiais.

in Portal S.W.A.T. o mundo das forças especiais (http://www.enciclopedia.com.pt/readarticle.php?article_id=405)

tags: ,


Informação Adicional
Apoios
Últimas Novidades

Cartaz

Lamego vs Régua

Casa de Sto. António

Caves da Raposeira

Escola de Hotelaria e Tur...

Região de Turismo Douro-S...

1.0 Acção Social

ICP 1.0 Acção Social

ICP: 1.0 Acção Social

Intervenção A Curto Prazo

tags

todas as tags

Arquivo

Junho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Visitados